Concurso de

Cenas Curtas

Selecionadas
Dolores_Paz__-_Érica_Rodrigues.jpg

DOLORES

Atriz e palhaça : Érica Rodrigues
Sonoplastia: Paula Hesketh

Esperando Zumbi 5 - Cristiane Sobral.jpg

ESPERANDO ZUMBI

Interpretação dramaturgia e direção: Cristiane Sobral 

Percussionista: Betinha Asé Dudú

Fótografo: Marconi Caetano

Mãe_porra_louca_-_O'hana_Proença_Azevedo

MÃE PORRA LOUCA

Criação e atuação: O'hana Proença 
Direção Geral: Bianca Basel 
Fotos e gravação Gustavo Milhomens
Texto:  Adaptação do texto La Mamma
Frichettona de Dario Fô e Franca Rame

Mulambo.ex-corpo em cacos .jpg

MULAMBO.

EX-CORPO EM CACOS

Criação e interpretação: Lara Ferreira
Assistência: Raissa Dias Pimentel

naquele dia foto 5 - carol matias - Luci

NAQUELE DIA

Direção: Lorena Pires e Márcia Duarte
Elenco: Luciana Matias
Luz: Luisa L'Abbate
Colaboradores: Alice Stefânia, Carol Matias, Isabella Baroz, Jornada Mascarenhas, PEAC Mover, NEM - Núcleo Experimental do Movimento

Se-os-tubarões.jpg

SE OS TUBARÕES FOSSEM HOMENS

Direção, concepção e adaptação: Áurea Liz
Com: Gelly Saigg, Silvana de Faveri e Genice Barego
Iluminação e operação de luz: Tauana Barros
Contrarregragem e operação de som: Moara Ribeiro
Registro fotográfico: Augusto Coelho 

Curadoria
mariana.png

Mariana Baeta é atriz, bonequeira e pesquisadora do grupo As Caixeiras Cia. de Bonecas, apresentando espetáculos na linguagem do Teatro de Formas Animadas há 11 anos. Formada em Artes Cênicas pela Universidade de Brasília, Mariana é atriz, percussionista e produtora cultural há mais de 18 anos. Entre outros trabalhos, foi atriz do grupo O Hierofante (direção: Humberto Pedrancini) e da Cia da Ilusão (direção: Alberto Bruno e Antônio Fábio), participando de diversos festivais e mostras de teatro. Foi atriz e ritmista do grupo de cultura popular Calango Alado. Participa do grupo do Núcleo de Pesquisa Teatral Umbigo de Eros, com o qual criou seu espetáculo-solo A Saia de Pandora.

rosana.JPG

Rosanna Viegas é uma Atriz Brasiliense que se destaca pela versatilidade do seu trabalho, que vai do drama a comédia, seja no teatro, no cinema e na televisão. Bacharel em Artes Cênicas pela UnB (DF), ganhou os prêmios de Melhor Atriz Coadjuvante no FITA 2015 (“Cachorro Quente”), de João Fonseca, com quem trabalhou também em “Pão Com Mortadela”, além de ter sido laureada como Melhor Atriz com o Prêmio Sesc do Teatro Candango 2006 e com o Prêmio de Melhor Atriz no FENTEPP (Festival Nacional de Teatro de Presidente Prudente) defendendo o protagonista Bérenger, de Ionesco em “O Rinoceronte”, direção de Hugo Rodas.